A importância da atividade física no enfrentamento da pandemia

Ontem, sábado, saí de carro com meu marido só para ver Natal em movimento. Quatorze dias de isolamento, desde o primeiro sintoma da Covid-19. Começava a me sentir disposta. O pulmão suportando uma respiração mais profunda sem tossir.

Meu destino: a Via Costeira, banhada pelo mar, arejada pelo Atlântico, ar puro para seus habitantes. De dentro do carro, fiquei feliz em observar pessoas indo e vindo, caminhando, correndo, pedalando, oxigenando-se. Vida pulsando, corações em atividade. É bonito ver corpos saudáveis fazendo força para manter a capacidade cardiorrespiratória em dia.

Há quase um ano, deixei o sedentarismo de lado e voltei a pedalar. Nos primeiros dias, cheguei a passar mal com uma simples pedalada de 5km. Um desastre! Encarar uma subida, então! Tive que ser socorrida de carro pela filha no meio do caminho, porque no meio do caminho tinha uma ladeira.

Com o incentivo da família e de amigas, persisti no pedal. Fui adquirindo resistência e melhorando meu condicionamento físico. Meu recorde foi de 86km no dia. Mesmo com a ajuda do filho e do marido, foi uma conquista e tanto!

Pedal três vezes por semana e a minha capacidade cardiorrespiratória evoluiu satisfatoriamente. Tanto assim, que fui contaminada por esse vírus maldito e estou escapando sem maiores consequências.

Hoje é domingo, a cidade do Sol amanheceu cinzenta, silenciosa, quase paralisada. Em movimento, diversas viaturas policiais. Onde vocês estavam para nos proteger dos bandidos?

As atividades esportivas individuais ao ar-livre foram proibidas pelo Governo do Estado, na contramão das recomendações médicas, que estimulam o esporte para fortalecimento da capacidade cardiorrespiratória no enfrentamento da pandemia.

A lógica não bate. É permitido fazer atividade física durante a semana, mas o trabalhador que rala de segunda a sábado, que só tem o domingo para o lazer e a prática de atividade física, está proibido de se exercitar!

A Prefeitura Municipal liberou caminhadas ou atividades esportivas individuais todos os dias da semana, sem exceção. Os pulmões dos natalenses agradecem.

Resta à Governadora e seus assessores se sensibilizarem para importância da prática da atividade física aos domingos e feriados, dias de folga dos trabalhadores. Eles também são filhos de Deus.


Acesse também: Bicicleta e coronavírus, Bicicleta, nova realidade e cuidados redobrados no trânsito, Minha ini(a)miga, a bicicleta, Será insanidade ou prazer?


UnReal – Teton Gravity Research – Full Part – One Shot: Brandon Semenuk

Leia também

1 comment

  1. É inaceitável essa politicagem que faz o Governo do Estado do RN em relação a essa pandemia.
    Que bom que temos vozes como a sua e condições de ser ouvida.
    Parabéns Elzinha pelo texto e compartilhamento de suas posições sociais e o que as envolve tbm. Grata. 😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *