Arte no limite do corpo humano | The art within

Ele é natalense, mas tem o biótipo de um lorde inglês, fala mansa, educadíssimo, altura de mediana para cima, com o corpo esguio de quem consome grande parte de suas energias, gerando novas energias. No caso dele, produzindo arte em seus pedais e corridas na madrugada.

Conheci Gustavo Jansen Lyra por intermédio de meu marido, nas inúmeras amizades que a bicicleta congrega. Depois descobri que ele havia sido DJ no bar que meu irmão possuíra aqui em Natal e viajara com minha mãe, mostrando as belezas do Rio Grande do Norte a um casal alemão que a visitava. Ele também é aficionado por música, fazendo valer a genética do seu pai. Visitei sua casa e os LP’s estão estampados nas paredes.

Enquanto muitos atletas utilizam repositores e energéticos artificiais, ele prefere o café, o óleo de coco e a canela, além de praticar o jejum intermitente. A cafeína circula em suas veias com força, talvez por isso troque o descanso noturno por pedaladas no silêncio da madrugada.

Comedor de rapadura e adepto da dieta cetogênica clássica, sem nenhum carboidrato. Com essa descoberta conseguiu elevar muito o nível de energia e resistência, podendo correr uma maratona somente levando água.

Como atleta de longa distância, mistura foco, determinação, persistência e insanidade nas alturas. Em 2017, pedalou 636,5km, de Natal (RN) para Juazeiro do Norte (CE), em 27h:06min (dois dias e uma noite sem dormir), com pausa entre 5h e 6h de descanso para, ao final, receber as bênçãos de “Padim Padi Ciçu”. Noutra façanha, foi de Natal (RN) a Campina Grande (PB) – ida e volta pelo interior – sem dormir, gastou 26h:29min para percorrer 616,95km. (Just a little crazy!)

Gustavo alterna entre ciclismo e corrida. Hoje tem preferido as corridas, por sobrar mais tempo para o paizão dedicado de Cecília e Helena. Descobriu que o Strava (aplicativo que rastreia nossas atividades físicas) pode produzir arte. Mas, como assim? De que arte estamos falando?

O Strava Art é um clube dos inscritos no aplicativo que registra uma atividade física, seja de bicicleta, corrida, natação ou caminhada. Usando o computador GPS para criar uma imagem previamente selecionada, o atleta programa o trajeto e revela sua arte!

Gustavo entrou no clube, virou artista e faz sucesso internacionalmente. Com sua experiência em mapas (ele é colaborador do projeto Track Source), escolhe o desenho (acatando sempre a sugestão das filhas), define o terreno a percorrer com a ajuda de um programa de edição de mapas e o antigo papel seda, e pé na areia ou na estrada.

Levanta e sai para correr. Tem trajetos variados, mas prefere as dunas do entorno da cidade de Natal. Na areia, seu rastro no Strava vai revelando gradativamente os contornos da imagem escolhida e sua arte fica registrada para o mundo com milhares de seguidores.

Catedral de St. Paul

Nos desenhos, para enfrentar a solidão, um bom par de headphones e uma fantástica seleção musical ajudam a mente a trabalhar em sincronia com a resistência física.

Sua corrida mais longa foi justamente desenhando a mensagem de um Natal abençoado para todos: Gustavo correu 37,8km durante 7h:48min e gastou um pouco mais de 21.000 calorias. Entretanto, a mais difícil e significativa foi a do aniversário de 5 anos de Cecília. Esgotado, com cinco horas correndo, pensou em desistir, mas a homenagem à filha fez o coração ganhar forças e ele concluiu o percurso de 36,24km em 7h33min.

Um Natal abençoado a todos
Aniversário de Cecília, sua filha

Na quarentena imposta pelo coronavírus, Gustavo tem praticado suas corridas sempre sozinho. Nós ganhamos uma imagem bastante significativa para o momento: a vida é como esta flor; linda, mas frágil.

Life is like the flower; beautiful but fragile

De fragilidade, o atleta não tem nada. É uma fortaleza em suas pedaladas e corridas. Sua sensibilidade artística tem revelado ao mundo uma arte que chega ao limite do corpo humano, criando desenhos que são fruto de seu potencial como atleta e ser humano.


THE ART WITHIN

Gustavo Jansen Lyra was born in Natal, Rio Grande de Norte (RN), Brazil. His appearance is of a tall softly spoken polite Lord who’s would look equally at home in an English stately residence.  Early mornings you will find him channelling boundless energy into the physical activity of creating Art.

I met Gustavo through my husband within the world of cycling friendship. I discovered we had things in common; he was a DJ at my Brothers bar and had cycled around our state, RN with a German couple and my Mother. He is passionate for music taking after his Father with  the walls of his house covered in LP records.

Where many athletes use high energy drinks bars for substances Gustavo prefers Coffee, Coconut oil and cinnamon between acts of fasting. The coffee circulating through his vanes drives him on cycling through the night avoiding nocturnal slumbers.

As an Endurance Athlete with determination and persistence, Gustavo reaches dizzy heights. In 2017 he rode 636.5km  from Natal (RN) to Juazeiro do Norte (CE) in 27hr 06min (Two and a half days without sleeping). After his pilgrimage and 5 or 6 hours of rest he received the blessing of Padim Padre Cícero. He has also Cycled from Natal (RN) to Igarassu (PE) there and back without sleeping a distance of 530Km. (Just a little crazy).

Gustavo drifts between cycling and running, today preferring running giving time to be a great Father to his daughters Cecilia and Helena. Through the Strava App (Records our Activities via GPS) he discovered you can be creative, how you ask? This is a club which uses your tracked GPS route you have walked, run, swam or cycled.

Gustavo entered this Club and became an international success with his map reading experience. He worked with project TRACK SOURCE choosing designs (His daughters’ suggestions), define locations then with a GPS program and an old notebook he would set of on the road or overland.

Gustavo has various routes he runs in the early morning, his preference is the Sand Dunes around Natal, recording his Art work in the sand for all the world to see.

His longest work was drawing the “Christmas Message for All”, he ran 37.8km in 7hrs 48min using 21000 calories. His most difficult and significant was the 5th Birthday of Cecilia. After 5 hours he nearly gave up but spired on by the importance of his daughters birthday he finished in 7hrs 33mins having run 36.24km.

With Corona Virus quarantine now with us Gustavo runs solo. Showing us life is like a flower beautiful but fragile.  As a athlete Gustavo is not fragile, he is strong whether cycling or running Gustavo’s artistic sensitivity reveals the world through Art while pushing the limits of the human endurance.


Para visualizar mais de sua arte, clique no Strava: Gustavo Lyra (Gú da Lú)

Ou visite o Instagram: @gustavojansenlyra



Candi Staton – Hallelujah Anyway (Moplens Classic Club Vibe)

Acesse também: Mont Ventoux – parte I e Mont Ventoux – parte II.

Leia também

7 comments

  1. Tenho profunda admiração pelo Gustavo, um gigante nos pedais. Não conhecia o lado artístico do Gustavo, fiquei impressionado com imensa sensibilidade do atleta e artista. Parabéns, camarada!!!

    1. Felipe, Sebastião, Ricardo, Bruno, Henrique, Luiz e tantos outros admiradores de Gustavo:
      Ele é uma inspiração para os atletas, um exemplo de pessoa humana e tem a sensibilidade de artista, tudo reunido no Lorde inglês que come rapadura. Valeu Gustavo!

    1. Como sempre, a crônica ficou muito boa.
      O personagem escolhido não poderia ter sido melhor. Conheço de longa data e é uma pessoa sensacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *