Banksy, surpresas e mistérios

Banksy me chamou a atenção no leilão realizado pela Sotheby’s em outubro de 2018. “Menina com Balão” foi arrematada por 1,02 milhão de libras esterlinas, mas tão logo o martelo foi batido, o quadro entrou automaticamente em processo de autodestruição, com uma serrilha embutida na parte de trás picotando metade da obra. A venda foi mantida e o quadro subiu alguns degraus no seu valor de mercado.

O quadro reproduz o grafite pintado no muro de Londres, em 2002. No seu Instagram, Banksy postou um vídeo sobre a venda da obra, onde faz a seguinte confissão: “há alguns anos atrás, eu secretamente construí um triturador em uma pintura…para o caso de ser posta em leilão”.

Vídeo do Instagram de Banksy reproduzido por The Guardian

O artista britânico sabe como ninguém fazer marketing. Sua fama vem do final dos anos 90, quando diversos grafites chamaram a atenção na cidade de Bristol/Inglaterra, local onde “pode” ser sua cidade natal. Isso porque ele se mantém incógnito até os dias de hoje e sua identidade é um mistério que tenta ser desvendado pelo mundo da arte.

Independentemente de quem seja, Banksy provoca admiração e indignação por seu estilo de arte satírica de rua, executada usando uma técnica de estêncil. Seu trabalho é ambíguo, rico em humor sombrio e frequentemente legendado com frases de efeitos subversivos que fornecem comentários comoventes e potentes sobre os aspectos sociais e políticos da sociedade contemporânea.

Suas obras iniciais foram grafites nas paredes britânicas, depois passaram a surgir em prédios e muros do mundo, sem deixar de aparecer em performances questionadoras, tornando-se um dos artistas mais polêmicos e famosos da atualidade.

Na Palestina, Bansky deixou sua arte espalhada, destacando-se o mural “Soldier Throwing Flowers” (2005), que mostra um cidadão com o rosto coberto por um lenço, em um gesto atirando um ramo de flores, ao invés de uma bomba.

Bansky – Soldier Throwing Flowers

Em 2006, burlando a segurança, Banksy entrou como turista na Disneylândia (Califórnia), levando uma mochila com um boneco inflável vestido com uniforme dos detentos da prisão de Guantánamo, inflou o boneco e o posicionou perto de uma montanha russa.

Durante o mês de outubro de 2013, Nova Iorque foi a cidade escolhida pelo artista para mostrar sua arte. A cada dia do mês, uma obra ou instalação foi revelada nas ruas para deleite dos seus fãs. O artista provocou uma verdadeira corrida de caça ao “Pokémon”. No caso, os monstrinhos virtuais eram suas próprias obras e instalações, no que ele denominou de “Better Out Than In (melhor fora do que dentro)”, numa clara afirmação de que a arte pertence às ruas e não às galerias e museus!

Banksy Does New York – Official Trailer

Banksy brinca com seus admiradores. Na estadia em Nova York, montou uma banca com telas, vendidas anonimamente por US$ 60,00, que passaram a valer alguns milhares após a descoberta. Quem comprou no escuro, comprou barato.

Banksy em Nova Iorque – Wall Street Journal

Na Bienal de Veneza de 2019, apesar de nunca ter sido convidado a participar do mais prestigiado evento de arte do mundo, Banksy aprontou uma das suas: montou uma barraca com algumas telas formando um grande transatlântico, mas logo foi afastado pela polícia, por falta de autorização. Para ver a performance e tantas outras, acesse a sua conta no Instagram ou no site do artista.

Banksy em Veneza – Daily Mail

Este ano, sua pintura apareceu numa parede de Bristol, no dia dos namorados, celebrado no hemisfério norte em 14 de fevereiro. Uma moça atirando flores com um estilingue na parede de um prédio. A obra já foi vandalizada para alegria do próprio Banksy. Essa e tantas outras são violadas e, na medida do possível, arrancadas para serem comercializadas por galerias. Só não sei para quem vai o dinheiro…

Banksy continua a produzir, polemizar, questionar. Até montou um hotel na Palestina. The Walled Off Hotel é repleto de obras de arte assinadas por ele e seus amigos Sami Musa e Dominique Petrin, questionando a existência do muro que divide a Palestina de Israel.

Ao contrário do que prega o artista, suas obras têm alto valor de mercado e estão dentro de várias galerias pelo mundo. Vale a pena conhecer o trabalho desse artista polêmico, anônimo, provocador e misterioso!


Site do artista: www.banksy.co.uk

Instagram do artista: @banksy


Post Scriptum: em 05/05/2020, Banksy fez uma homenagem aos profissionais de saúde que enfrentam a pandemia da COVID-19. Uma criança brincando com uma enfermeira como super-herói, com Batman e Homem-Aranha descartados na lixeira.

A imagem foi colocada no corredor do Hospital Geral de Southampton na Inglaterra e Banksy deixou um bilhete para os funcionários, dizendo: “Obrigado por tudo que você está fazendo. Espero que isso ilumine um pouco o local, mesmo que seja apenas em preto e branco. “


Acesse também: Yinka Shonibare, Tarsila Popular, Memórias Roubadas e O Ateliê de Aécio.

Leia também

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *