Futuro que se faz presente

Quando era criança, adorava o desenho animado “Os Jetsons” de Hanna-Barbera. Não perdia um episódio e me divertia com os personagens da família – George, sua esposa Jane e seus filhos Elroy e Judy, além, é claro, da babá robô Rosie e do cão Astro – moradores de Orbit City. Na infância/adolescência, meus filhos jogavam Sim City, administrando uma cidade fictícia que pipocava progresso de acordo com as decisões tomadas. Agora o futuro bate às portas do Japão. Aos pés do Monte Fiji, distante aproximadamente 100km de Tóquio, a Toyota decidiu criar uma cidade protótipo (tudo a ver com a […]

Continue Reading

Visitando a Oficina Brennand

“Recordo-me de ter encontrado a velha cerâmica São João em ruínas. Inclusive, cabe salientar que não havia necessidade de um anteprojeto, pois as antigas paredes já indicavam aquilo que devia ser refeito: as ruínas balizavam tudo. Portanto, toda e qualquer ideia chegava à medida do trabalho em progressão. Talvez, por isso, eu providenciei chamar o lugar de “oficina”, baseado na origem da palavra “ofício” (officium, em latim) que quer dizer “trabalho”; local de trabalho, evitando o francesismo atelier. Ao mesmo tempo, há a ideia de uma comunidade, à maneira das coletividades de ofício medievais e renascentistas, onde o mestre e […]

Continue Reading

Desvendando o gênio Leonardo da Vinci

Fotografia capturada no site do MIS – Experience Retroceda no tempo e sinta-se no continente europeu, quarenta anos antes do descobrimento da América. Mais especificamente no ano de 1452, na Itália, no pequeno vilarejo de Anchiano, na cidade de Vinci, Toscana. Um mundo sem água encanada e energia elétrica, iluminado por velas e lamparinas queimadas a óleo, onde a Igreja Católica, na sua Santa ignorância, impunha como verdade a Terra ser plana. Nem de longe pensava-se o homem poder voar, pilotar um helicóptero, saltar de paraquedas ou mesmo pedalar uma bicicleta. Em plena Idade Média, nascido filho ilegítimo, Leonardo di […]

Continue Reading

Música em poesia

Não tenho certeza se a lembrança é real ou fruto da minha imaginação, mas a cena de uma Elza pequenina, cantando “A Banda” e papai registrando tudo no gravador de fita de rolo, nunca saiu de minha memória. Não sei que destino essa fita tomou, deve ter sido perdida nas diversas arrumações da casa ao longo da vida. Ouvi as “Estorinhas de Walt Disney” – uma coleção da Abril Cultural, que saía de 15 em 15 dias nas cigarreiras –, usando uma vitrola com três opções de rotação (33rpm, 45rpm e 77rpm). De vez em quando, acelerava a reprodução só […]

Continue Reading

Imaginária

Selma Bezerra, minha mãe, vem produzindo ininterruptamente para sua nova exposição, celebrando os seus trinta anos como artista plástica, desde a primeira mostra individual. Ela pediu-me um texto para o catálogo e as palavras fluíram na mesma velocidade que ela vem trabalhando seus papeis. Tentei sintetizar as palavras da artista plástica descrevendo o seu trabalho, que é contemporâneo e indefinido, deixando para cada observador imaginar o que mais lhe identifica, daí o título da exposição – Imaginária. De palpável, a herança sertaneja junto às pedras da região, que deixam marcas e permitem à artista encontrar nos passos dos transeuntes os […]

Continue Reading

Ser criativa

Ingá – obra de Selma Bezerra O Uber parou em frente ao prédio, eu desci do carro e me deparei com um monte de adolescentes, ou recém-saídos da adolescência. Tive vontade de dar uma gargalhada gostosa, mas seria ainda pior, pagaria um grande mico. Deixei pensarem que se tratava de mais uma professora, quando, na verdade, a aluna cinquentinha chegava para uma Oficina de Escrita Criativa, promovida por Belas Artes de São Paulo. Com essa minha curiosidade e constante vontade de aprender, parece que, de tempo em tempo, tenho que dar uma guinada na vida profissional. Entrei na faculdade de […]

Continue Reading

Os Beatles em Yesterday

Foto capturada no site www.thebeatles.com Imagine um apagão mundial por doze segundos, um acidente de um ciclista com um ônibus na escuridão e o retorno da luz numa atualidade fictícia, em que os Beatles nunca existiram. O protagonista da comédia romântica Yesterday (Jack Malik), músico sem sucesso, recupera-se do acidente e é o único ser, no mundo, a lembrar da famosa banda britânica. A partir daí, ele começa a fazer sucesso apresentando as músicas como se fossem suas. Eis a síntese do filme. Yesterday (1965) é a primeira música a ser apresentada aos amigos do protagonista, interpretado por Himesh Patel, […]

Continue Reading

Olhar inverso

Exposição Gold – Mina de Ouro Serra Pelada – de Sebastião Salgado. Caminhava sem saber ao certo onde ia parar. Seguia o fluxo de gente, procurando o número indicativo do lugar. Cheguei, entrei e subi até o quinto andar. Gold! Mina de Ouro. Parei ali minha procura, no topo da Serra Pelada, Pará. Uma sala escura, focos em lugares estratégicos, cinquenta e seis fotografias a preto e branco. Cinquenta mil homens em busca do ouro salvador. O metal precioso embalando sonhos, coragem, luxúria, salvação ou redenção. Tudo fotografado, em 1986, pelas lentes e o olhar de Sebastião Salgado. Em plena […]

Continue Reading