Partiu Carnaval

E partiu Carnaval! Uma festa tão brasileira, sucesso no mundo inteiro, marcada pela descontração, irreverência, alegria, improviso, espontaneidade e pluralidade, transformou-se num corredor de regras, polarização, controvérsias, censuras e tantas outras coisas que lhe cassam a essência e desbotam o seu colorido. Dos salões onde os foliões giravam fantasiados nos antigos carnavais, saíram marchinhas que se eternizaram nas bandinhas de sopro. No carnaval do ano passado, essas canções foram alvo de polêmicas diversas e até proibições, mesmo sendo marcas registradas do Carnaval brasileiro, desde 1899, quando Chiquinha Gonzaga lançou “Ó Abre Alas”. Mamãe Eu Quero, Cachaça, Turma do Funil, Aurora, […]

Continue Reading

Dê um spoiler em sua vida

A partir de hoje, o blog recebe a colaboração de Andrea Ebert, ilustradora brasileira, residente em Portugal, que assina a imagem em destaque. Com vasta experiência, Andrea acredita que imagens lúdicas podem transformar gestos e sentimentos. Visite seu site: www.andreaebert.com. Spoiler! Ficou curioso? Essa nova palavra incorporada ao cotidiano gera logo uma expectativa. E ela vem sendo utilizada com bastante frequência. Novos tempos, novos termos, nova linguagem. O termo, originário do inglês, é utilizado quando alguém revela informações sobre parte de uma obra, como um livro ou filme, ou apresenta ambiente de evento sem estar completamente finalizado. É o antigo […]

Continue Reading

Encarando as ondas de Nazaré

Em outubro de 2018, estive com meu marido e um casal de amigos em Nazaré, Portugal. Cheguei até a beira-mar da Praia do Norte, onde Lucas Chumbo estava treinando, enquanto Renan, seu filmmaker, registrava tudo. Janela do Big Wave Tour aberta, mas sem competição. Subi até o farol no Forte de São Miguel Arcanjo e visitei o Surfer Wall, onde estão expostas as pranchas de surfistas recordistas, inclusive a representante brasileira, Maya Gabeira. Imaginei como seria assistir ao campeonato ali de cima, bem próximo ao farol. Mais um evento para incluir na minha lista de coisas a fazer antes de […]

Continue Reading

102 anos de vontade própria

Aurélia Bezerra de Medeiros nasceu na segunda década do século XX, em 1917. Recebeu a rígida educação sertaneja, sob as rédeas de seus pais, José Bezerra de Araújo e Maria Dina Bezerra. Aprendeu muito cedo as tarefas da fazenda e adquiriu gosto pela máquina de costura, numa época em que quase tudo era fabricado em casa. Aquela menina de pernas torneadas aprendeu a dançar com a vitrola a corda de seu pai, que fez as vezes de professor. Virou exímia dançarina e caiu na graça do médico recém-formado. Casaram-se em 16 de janeiro de 1937, Aurélia e Dr. Abílio Medeiros. […]

Continue Reading

Paixão feminina. Ops, sapatos

Foto capturada no site https://www.pompeishoes.it/ Não sei bem explicar, mas posso até tentar. Longe de teorias complexas e explicações mirabolantes, o fato é que basta uma vitrine bem montada, cores adequadas e modelos perfeitos, para que o olhar se sinta atraído (mesmo quem não é afoita a compras cai em tentação). É fascinação pura. Se você quer agradar o público feminino, fazer a média com sua namorada, mulher ou amiga, dê-lhe um belo par de sapatos. O presente pode até não dar certo – sem problema – será um motivo a mais para ir até à loja, provar novos tamanhos, […]

Continue Reading

Soltador de pipa

Jogávamos conversa fora na barraca da praia, quando um elemento estranho sobrevoa nosso habitat de verão. Um zunindo característico – nem de abelha, nem de aeromodelo – mais parecido com um disco voador em miniatura, que já chegou a assustar a população de interior. Em algum lugar próximo, alguém manuseia remotamente o controle e o objeto de tecnologia moderna capta visuais sob perspectivas até então nunca vistas, olhando o mundo de cima. Como a imaginação anda fértil, logo me transporto para o tempo em que o objeto a alçar voos era a pipa ou coruja, como a chamávamos na época […]

Continue Reading

Futuro que se faz presente

Quando era criança, adorava o desenho animado “Os Jetsons” de Hanna-Barbera. Não perdia um episódio e me divertia com os personagens da família – George, sua esposa Jane e seus filhos Elroy e Judy, além, é claro, da babá robô Rosie e do cão Astro – moradores de Orbit City. Na infância/adolescência, meus filhos jogavam Sim City, administrando uma cidade fictícia que pipocava progresso de acordo com as decisões tomadas. Agora o futuro bate às portas do Japão. Aos pés do Monte Fiji, distante aproximadamente 100km de Tóquio, a Toyota decidiu criar uma cidade protótipo (tudo a ver com a […]

Continue Reading

Só sei que foi assim

O personagem Chicó do Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, ao ser questionado sobre as lorotas inventadas, encerrava a conversa dizendo: Não sei, só sei que foi assim. Longe das estórias inventadas por esse personagem inesquecível, percorrendo as estradas nordestinas, fui dar no agreste paraibano, mais especificamente no Planalto da Borborema, serra de Boturité, para celebrar a união de um natalense e uma campinense. O local escolhido para a celebração veio estampado na gravura que acompanhou o convite. O baobá em destaque, vestido de verde, na frente da casa de fazenda, agora transformada em casa de recepções Celebre La Vie, […]

Continue Reading

Rock, o cão e a praia

Foto de Jaecy Emerenciano – Praia de Muriú Visitando o meu feed no Instagram, visualizo uma imagem do famoso fotógrafo americano, Michael Yamashita, retratando os currais pesqueiros no Estreito de Ormuz. Longe dos conflitos que explodem no Oriente Médio, em época de veraneio, me veio à lembrança os antigos currais de pesca na praia de Muriú, onde tínhamos uma casa bem na esquina da praça central, próxima à Igreja. Do primeiro andar, avistávamos os currais no mar e seguíamos a extensa faixa de areia branca adornada por uma linha de barraquinhas de tronco de coqueiros, cobertas de palhas para proteger […]

Continue Reading

Ano começando

Fim de tarde do início de uma nova década. Tarde com cara de ressaca de Revéillon. Dos festejos da noite anterior, restam as boas energias espalhadas no ar. Um desejo mútuo de um novo ano repleto de alegria, realizações e paz, muita paz. As nuvens encobrindo o abraçar do sol poente. Vento invertido traz cheiro de chuva no sertão. Mesmo em tempo de notícia imediata, ela demora a chegar, mas os sinais da natureza são irrefutáveis.  No Oeste, as chuvas chegaram encharcando o chão. Sinal de inverno que se achega. Começar o ano assim é sinal de bom presságio; para […]

Continue Reading

Zefa, a flor da paixão

Toda cidade de interior tem personagens marcantes. Chegando o veraneio, muitos deles chegam junto para ajudar no trabalho de uma casa de praia, que carece sempre de mão-de-obra, diante do movimento multiplicado em época de descontração e diversão no litoral. As conversas de alpendre trazem à tona pessoas marcantes do nosso cotidiano. Ela era mulher disposta para o trabalho. Alta, pele clara, cabelos tingidos de ruivo, rosto marcado por histórias diversas, uma boca escancarada em sorriso, tanto assim que ganhou o apelido: Zefa bocão. A vida lhe fez assim, não lhe faltava disposição, principalmente para o amor. Zefa nasceu junto […]

Continue Reading

Natal, 420 anos

A cidade de Rouen, na França, implementou um projeto bem original no seu centro histórico: o controle de velocidade para pedestre. A velocidade máxima permitida é de 3km/h; se ultrapassá-la, um flash de advertência é acionado. Objetivo do alerta: diminuir a velocidade do passante e conceder-lhe tempo para observar as construções que compõem o seu patrimônio. Tomar um tempo para observar a vida diferentemente. Hoje a minha cidade completa 420 anos. Nascida pelas mãos de Jerônimo de Albuquerque Maranhão em 25 de dezembro de 1599, às margens do Potengi, Natal vê seus prédios históricos abandonados na Ribeira do nosso rio. […]

Continue Reading

Visitando a Oficina Brennand

“Recordo-me de ter encontrado a velha cerâmica São João em ruínas. Inclusive, cabe salientar que não havia necessidade de um anteprojeto, pois as antigas paredes já indicavam aquilo que devia ser refeito: as ruínas balizavam tudo. Portanto, toda e qualquer ideia chegava à medida do trabalho em progressão. Talvez, por isso, eu providenciei chamar o lugar de “oficina”, baseado na origem da palavra “ofício” (officium, em latim) que quer dizer “trabalho”; local de trabalho, evitando o francesismo atelier. Ao mesmo tempo, há a ideia de uma comunidade, à maneira das coletividades de ofício medievais e renascentistas, onde o mestre e […]

Continue Reading

Surf, deu Baía Formosa no Pipe Masters e no WCT

Ítalo Ferreira, campeão mundial – Foto divulgação WSL Dia 11 de dezembro rolou o Round 32 do Billabong Pipe Masters. Primeira bateria, Ítalo Ferreira e Jadson Andre na disputa. Coração potiguar dividido, com uma tendência natural para Ítalo, porque disputa o título mundial e veste a lycra amarela. Jadson eliminado, Ítalo avançou para rodada seguinte. Owen Right eliminado por Yago Dora. Filipe Toledo perdeu para Ricardo Christie, o neozelandês que teve a perna suturada na rodada anterior. Kelly Slater nos presenteia com um tubo perfeito no Backdoor, nota máxima, 10! Gabriel Medina avançou para próxima rodada e Jordy Smith foi […]

Continue Reading

Bicho esquisito

Antropofagia – Tarsila do Amaral, 1929 Em 1982, o Brasil realizava suas primeiras eleições diretas pós 1964, para os cargos de governador, senador, prefeito, deputado federal e estadual. Dentre os eleitos para governador e senador, nenhuma mulher. Apenas o Acre contava com a Vice-Governadora Iolanda Fleming e a suplente de Senador Laélia de Alcântara. Mesmo assim, Rita Lee lançou a música Cor de Rosa Choque, que foi tema do programa TV Mulher e fala do sexo frágil que não foge à luta, bicho esquisito que todo mês sangra. Precisou se explicar na censura, como ela mesma conta em seu livro […]

Continue Reading