Sonhando juntos

Fabio Zaffagnini por Andrea Bardi

Foto de Fabio Zaffagnini por Andrea Bardi “Um sonho sonhado sozinho é um sonho. Um sonho sonhado junto é realidade”. Yoko Ono pronunciou essa frase e Raul Seixas a adaptou na música Prelúdio. Em maio de 2014, Fabio Zaffagnini, italiano, quarenta anos, geólogo, admirador de rock, sonhou alto. Pensou numa forma criativa para convidar sua banda favorita de rock – Foo Fighters – a tocar em Cesena, pequena cidade da Emiglia Romana, região central da Itália, com aproximadamente 97.000 habitantes. Reuniu seis amigos em torno do projeto Rockin’ 1000, tendo por objetivo convencer 1.000 músicos a tocarem juntos, ao mesmo […]

Continue Reading

Fazenda em festa

Verdes, brancas, azuis, amarelas, vermelhas. Os dedos, impregnados de cores e sujos de cola, pregavam, uma a uma, as bandeirinhas coloridas no cordão esticado entre um pilar e outro do alpendre. Sentadas no chão, recortávamos revistas velhas, com fotos bem coloridas, em formato de bandeirinhas ou de pequenos balões. No alpendre lateral, mãos não vadeavam. Quebravam a ponta da vagem, puxavam o fio até o final e, com a ajuda da unha afiada do polegar, retiravam todos os grãos da vagem. Enquanto a conversa corria solta, as bacias grandes de alumínio aparavam a debulha do feijão bem verdinho. A chuva […]

Continue Reading

Descoberta musical

LP Cazuza e Barão Vermelho

Quando meu filho ainda era criança, pediu-me para comprar o CD do Pato Fu. Eu tomei um choque. Pato o quê…? De repente senti um alerta no chip regulador da idade. Como é que eu, que sempre gostei de música, não conhecia a banda mineira?! Corri para loja e comprei o CD. Deparei-me com a voz suave de Fernanda Takai – lembrando Nara Leão – e tomei uma resolução definitiva. Daquele dia em diante, iria me esforçar bastante para estar atualizada nas novidades musicais, uma receita infalível para manter a mente jovem. É claro que essa resolução passaria por um […]

Continue Reading

Não nasci passarinho

Foto do pôr-do-sol

Não nasci passarinho, mas muito cedo aprendi a voar. Primeiro nos livros, onde a imaginação pode levar o leitor mundo afora. Depois na música, a depender do estado de espírito, voa-se alto no imaginário. Em seguida, ainda criança, descobri o encanto de estar acima das nuvens para chegar a lugares distantes. Escutar aquele coraçãozinho batendo apressado no ultrassom, o choro estridente do nascimento e o balbuciar das primeiras sílabas são emoções gravadas para sempre na memória dos pais. A junção das sílabas e a leitura das primeiras palavras também provocam fortes sensações. Daí em diante, com o estímulo adequado, a […]

Continue Reading

Lusco fusco relaxante

Quem é dona(o) de casa de praia no Nordeste, em época de veraneio, sabe o stress de abastecer a despensa com todos os mantimentos, variadas opções de tira-gosto, bebidas e tudo o mais para visitas previstas e imprevistas e farras improvisadas. É um tal de comprar, beber, comer e reabastecer sem fim. Pois bem, depois de um dia estafante para elaborar cardápio, checar o que tem e o que não tem disponível e comprar o necessário, a pessoa está esgotada. Resultado do movimento de tirar produto de prateleira de supermercado, colocar no carrinho, tirar do carrinho e colocar na esteira […]

Continue Reading