Colcha de retalhos, relíquia que conta histórias

Abri a sacola com curiosidade, de olho no presente: uma colcha de retalhos da mais pura cambraia de linho em tons pasteis; uma raridade nos dias de hoje. Feita com muito esmero em tempo de confinamento. Logo me veio à lembrança os lençóis de taco (outro nome para o mesmo objeto), que Vovó Aliete nos presenteava, produzidos caprichosamente em Acari. Mãos habilidosas do nosso Seridó, preservando o costume do aproveitamento das sobras de tecidos, porque na escassez de antigamente não havia desperdício, tudo era aproveitado. O nome disso hoje é sustentabilidade. Volto aos anos 90 e lembro do filme “Colchas […]

Continue Reading

Um cafezinho para contar histórias

Foto de Valter Campanato, capturada no site da Agencia Brasil Que tal passar um bom café – pode ser em grão para moer na hora, já torrado e moído ou em cápsula –, deixar o cheirinho invadir sua casa e sorver em pequenos goles a sua história? Apesar de o Brasil ser o maior produtor mundial, não foi aqui que surgiu essa bebida energética de sabor ímpar. A Etiópia aparece como o país originário dessa planta, que invadiu a península arábica, a Europa e depois chegou à América, inicialmente nas colônias holandesas. A França exportou mudas para Guiana e uma […]

Continue Reading

Será insanidade ou prazer?

Não há dúvida que a pandemia e o isolamento social mexeram com a cabeça de muita gente. São vários os casos de depressão, ansiedade e outras doenças mentais deles decorrentes. O que eu não imaginava é que a minha insanidade viria de uma prática saudável. Nunca, nunca mesmo, acordei às 04:20h da madrugada para praticar qualquer tipo de exercício. No máximo, estourando, 05:30h para uma caminhada ou para chegar cedo ao trabalho; um tremendo sacrifício, porque meu horário normal de acordar sempre foi seis da matina. Pois não é que a bicicleta me fez despertar ao som do galo da […]

Continue Reading

Nadando contra a corrente

Num dia qualquer em que se joga ao léu as cascas inúteis das horas, seguimos em direção ao Ateliê Pedra do Rosário. Antes que o Sol tocasse a linha do horizonte, estávamos postados às margens do Potengi, contemplando o cair da tarde docemente sobre a cidade de Natal. Sol frio – uma grande esfera laranja sem encandear a visão. Nuvens ralas dão um tom esmaecido à tarde. Do terraço, fios atravessam a captura perfeita da paz de um rio correndo em direção ao mar. Um filete denuncia a lua nova, quase imperceptível, mas que faz crescer a maré. Cortando a […]

Continue Reading

Bicicletas, nova realidade e cuidados redobrados no trânsito

Dois meses após o início do isolamento no Brasil, em razão da pandemia da Covid-19, escrevi sobre bicicleta e coronavírus e o incremento da utilização desse meio de transporte na Europa, em razão da prática saudável e ecologicamente sustentável. No mesmo sentido das rotas dos descobridores, o costume europeu está chegando ao país e a bicicleta transforma-se em mania nacional. O brasileiro vem utilizando a bike como meio de transporte ou prática esportiva e de lazer. Uma nova realidade para as cidades que deverão proporcionar estruturas mais adequadas ao ciclismo e um plano de ação para incrementar sua malha cicloviária. […]

Continue Reading

Não basta ser pai, tem que participar

Cresci com papai dizendo que dia dos pais é bobagem, coisa do comércio para ganhar dinheiro. Casei com um comerciante, que repete a mesma ladainha. Dois homens na minha vida que não ligam para datas comemorativas. Terminei incorporando essa ideia. Ontem recebi um vídeo onde Marcos Piangers fala sobre “O Poder do Eu Te Amo” para divulgar o seu livro. Para quem não sabe, ele é cronista de TV, palestrante e autor de livros sobre paternidade de enorme sucesso. Numa linguagem simples, ele aborda como deve ser o pai moderno, o papai pop. No vídeo, me chamou a atenção o […]

Continue Reading

Tempo sem se perder de si

Ela foi se formando com o passar dos anos. Uma hiperpigmentação de quem já passou dos cinquenta na cidade do sol. Tentei retirá-la, por duas vezes, com o auxílio do laser em consultório dermatológico. Do lado esquerdo do rosto, a mancha é renitente; daqui não saio, daqui ninguém me tira. Alguém me chamou a atenção: ela tem o formato de um coração. Tomei uma decisão, deixei os dois marcarem o compasso da minha vida. Basta um sorriso mais demorado, uma contrariedade ou mesmo uma indignação, para as linhas se expressarem na mais natural demonstração do estado de espírito ou da […]

Continue Reading

Ufa, cheguei em casa

Em pausa para recarregar, refleti sobre a importância de diminuir o ritmo de vida para resgatar hábitos saudáveis esquecidos. A desaceleração veio de forma impositiva pela força de um vírus traiçoeiro, que fez a humanidade repensar seu caminho; tempo de aprendizado. Muitos estão optando pela volta às origens rurais, descobrindo belezas e riquezas bem próximas, sem a necessidade de longas jornadas. Nesse espírito, tenho frequentado quase semanalmente a região serrana do Agreste potiguar, construindo um sentimento de pertencimento. E a minha ini(a)miga, a bicicleta, está fazendo parte desse caminho, revelando-me paisagens sob novos ângulos. Os aromas do campo sorvidos gradualmente […]

Continue Reading