Colcha de retalhos, relíquia que conta histórias

Abri a sacola com curiosidade, de olho no presente: uma colcha de retalhos da mais pura cambraia de linho em tons pasteis; uma raridade nos dias de hoje. Feita com muito esmero em tempo de confinamento. Logo me veio à lembrança os lençóis de taco (outro nome para o mesmo objeto), que Vovó Aliete nos presenteava, produzidos caprichosamente em Acari. Mãos habilidosas do nosso Seridó, preservando o costume do aproveitamento das sobras de tecidos, porque na escassez de antigamente não havia desperdício, tudo era aproveitado. O nome disso hoje é sustentabilidade. Volto aos anos 90 e lembro do filme “Colchas […]

Continue Reading

Um cafezinho para contar histórias

Foto de Valter Campanato, capturada no site da Agencia Brasil Que tal passar um bom café – pode ser em grão para moer na hora, já torrado e moído ou em cápsula –, deixar o cheirinho invadir sua casa e sorver em pequenos goles a sua história? Apesar de o Brasil ser o maior produtor mundial, não foi aqui que surgiu essa bebida energética de sabor ímpar. A Etiópia aparece como o país originário dessa planta, que invadiu a península arábica, a Europa e depois chegou à América, inicialmente nas colônias holandesas. A França exportou mudas para Guiana e uma […]

Continue Reading

La Liste e a seleção global de restaurantes

Foto capturada no site do restaurante Guy Savoy | Purement Chocolat Câmara Cascudo E a eleição de certos sabores que já constituem alicerces de patrimônio seletivo no domínio familiar, de regiões inteiras, unânimes na convicção da excelência nutritiva ou agradável, cimentada através de séculos, não se transforma com a mesma relativa facilidade de mudança de trajes femininos ou aceitação de transportes mais velozes e de melhor capacidade de carga nos veículos. As palavras de Câmara Cascudo estão nos Hors d’oeuvres do livro “História da Alimentação no Brasil”, publicado em 1967, em que o Mestre analisa o cardápio indígena, a dieta […]

Continue Reading

Será insanidade ou prazer?

Não há dúvida que a pandemia e o isolamento social mexeram com a cabeça de muita gente. São vários os casos de depressão, ansiedade e outras doenças mentais deles decorrentes. O que eu não imaginava é que a minha insanidade viria de uma prática saudável. Nunca, nunca mesmo, acordei às 04:20h da madrugada para praticar qualquer tipo de exercício. No máximo, estourando, 05:30h para uma caminhada ou para chegar cedo ao trabalho; um tremendo sacrifício, porque meu horário normal de acordar sempre foi seis da matina. Pois não é que a bicicleta me fez despertar ao som do galo da […]

Continue Reading

Eu vou para Shangri La

Imagem capturada no site do Shangri La Museum Graças à tecnologia, é possível conhecer lugares incríveis sem sair de casa. Em 1933, o inglês James Hilton publicou o livro Horizonte Perdido, tendo como pano de fundo Shangri La, um lugar fictício situado nas montanhas dos Himalaias, sede de panoramas maravilhosos e onde o tempo parece deter-se em ambiente de felicidade e saúde, com a convivência harmoniosa entre pessoas das mais diversas procedências. Doris Duke nasceu em 1912 em Nova Iorque, filha única de James Buchanan (J.B.) Duke, fundador da American Tobacco Company e da Duke Energy Company. Herdeira da fortuna […]

Continue Reading

Descobrindo Portugal – Alentejo

Fazendo o caminho inverso da Era dos Descobrimentos, aportamos em Portugal, situado na Península Ibérica, que já abrigou romanos e muçulmanos, sedimentou o catolicismo e fez nascer o país Brasil. Hoje, vem sendo redescoberto por brasileiros – turistas ou não – ingleses, russos e até chineses. O sol, o mar e o clima (não tão rigoroso) atraem pessoas do mundo inteiro, que também degustam o sabor da culinária portuguesa. Apesar de ser um país pequeno – sua área total, incluindo Açores e Madeira é de 92.212 km² – Portugal abriga uma rica história, tradição e sabores. O português é a […]

Continue Reading

Um lugar secreto guardado a sete chaves

Foto cedida pela Vila entre Chaves No século XIII, era costume português guardar joias, documentos e objetos importantes do tesouro da Coroa em um baú especial que tinha quatro fechaduras diferentes. As chaves eram guardadas por funcionários importantes, sendo necessária a presença conjunta para abrir o baú. A mudança do algarismo 4 para 7 deu-se em razão desse último ser um número místico e cabalístico, dando origem à expressão “guardado a sete chaves”, para se referir a um segredo muito bem protegido, seja em Portugal ou no Brasil. No litoral brasileiro, mais especificamente na Costa dos Corais alagoana, localizado na […]

Continue Reading

Nadando contra a corrente

Num dia qualquer em que se joga ao léu as cascas inúteis das horas, seguimos em direção ao Ateliê Pedra do Rosário. Antes que o Sol tocasse a linha do horizonte, estávamos postados às margens do Potengi, contemplando o cair da tarde docemente sobre a cidade de Natal. Sol frio – uma grande esfera laranja sem encandear a visão. Nuvens ralas dão um tom esmaecido à tarde. Do terraço, fios atravessam a captura perfeita da paz de um rio correndo em direção ao mar. Um filete denuncia a lua nova, quase imperceptível, mas que faz crescer a maré. Cortando a […]

Continue Reading