Le Cordon Bleu e suas técnicas culinárias

Foto capturada no site www.cordonbleu.edu

A história começa quando a jornalista francesa Marthe Distel teve a ideia de treinar as mulheres na arte culinária através de publicações na revista “La Cuisinière Cordon Bleu”.

A revista fez tanto sucesso que sua idealizadora se juntou a Henri-Paul Pellaprat (chef francês) e resolveram oferecer aulas presenciais. A primeira aula aconteceu em 15 de outubro de 1895, ministrada pelo chef Charles Driessens; estava fundada a escola Le Cordon Bleu de Artes Culinárias em Paris.

O nome Cordon Bleu tem origem na L’Ordre des Chevaliers du Saint Esprit, criada em 1578 pelo Rei Henrique III, simbolizada pela Cruz do Espírito Santo e um cordão azul, para expressar a excelência culinária no século 16. A elite de cavaleiros franceses ficou conhecida por seus banquetes extravagantes e luxuosos. Esses jantares foram abolidos pela Revolução Francesa, mas o nome permaneceu como sinônimo de excelente comida.

Aliás, a paixão francesa pela gastronomia já foi muito bem retratada no cinema, destacando-se os filmes “Vatel – Um banquete para o Rei”, “A festa de Babette”, “Os sabores do Palácio”, “Julia & Julie”; todos imperdíveis.

Este último, inspirado na história da chef americana Julia Child, autora de livros de culinária de sucesso nos Estados Unidos, tendo iniciado sua carreira exatamente no Le Cordon Bleu em 1948.

Julia e tantos outros foram atraídos pela excelente reputação da escola de culinária que ressoou mundo afora. Nos 125 anos de sua história, Le Cordon Bleu tomou dimensões internacionais, embora tenha passado por momentos difíceis.

Após a Segunda Guerra Mundial, Madame Brassart comprou a escola em dificuldades de um orfanato católico que a herdou após a morte de seu fundador. Ela esteve à frente da Escola até 1984, quando a vendeu para seu amigo e atual proprietário, André J. Cointreau.

Diante da crescente demanda, a escola resolveu estender seus domínios para fora da França. Hoje Le Cordon Bleu está presente em mais de 20 países, treinando cerca de 20.000 estudantes de 90 nacionalidades diferentes, inclusive no Brasil, com campus em São Paulo e Rio de Janeiro.

Ao longo de sua existência, Le Cordon Bleu vivenciou uma revolucionária mudança à medida que evoluiu de uma escola de culinária parisiense para uma rede internacional de institutos de artes culinárias e de hospitalidade.

Seu espírito original era aprimorar a língua francesa de seus estudantes, enquanto revelava os segredos da alta cozinha francesa.

A pandemia veio revolucionar determinadas áreas. Os segredos das técnicas da escola foram abertos para o mundo. Le Cordon Bleu divulgou gratuitamente, em pdf, o livro “Todas as técnicas culinárias”, revelando mais de 800 segredos de preparação e técnicas de cozinha.

Confira, experimente e aprecie!


Clique aqui para acessar: Le Cordon Bleu – Todas as técnicas culinárias.

125 Years of Excellence | Le Cordon Bleu International

Trailers de filmes sobre culinária francesa:

Vatel (2000) Official Trailer – Uma Thurman, Gerard Depardieu Movie HD
Trailer A Festa de Babette | Gastronomia na Telona #1 | EM PRATOS LIMPOS
Os Sabores Do Palácio Trailer Oficial Legendado (2013)
Julie & Julia – trailer legendado (HD)

Acesse também: La Liste e a seleção global de restaurantes, Craquelando o sabor e Reinventando a cozinha.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *