Nós acreditamos no futuro

Pôr-do-sol no rio Potengi

No terraço da casa grande da fazenda Cacimba do Meio, aprendemos a escutar o silêncio para ouvir o roncar do motor do carro que se aproximava. Olhares e ouvidos atentos para adivinhar quem chegava.

Por muito tempo, o carteiro era figura mais aguardada para trazer as novidades dos entes queridos, seja por carta, telegrama ou cartão postal. Em tempo de e-commerce, a ansiedade para receber logo a encomenda é para descobrir se ela atende ao apelo virtual.

Em 2020, a expectativa virou uma constante. Um estado permanente de alerta para tentar driblar uma doença desconhecida, um ir e vir de sintomas que para muitos, infelizmente, se materializou; para outros, não passou de fruto da imaginação de uma cabeça angustiada.

De meados do ano em diante, muitas cabeças ansiosas não suportaram mais o isolamento e saíram despreocupadas. Não tardou a surgir a segunda onda, desta vez, com um pouco mais de experiência sobre os tratamentos a serem aplicados. Pesquisas variadas, experimentos e tentativas de acerto, enquanto uma vacina eficaz não chega em definitivo.

A cada novo dia, anseio, receio, uma grande interrogação e uma vontade maior ainda de tudo voltar ao normal. Alguns hábitos foram alterados, é inevitável, mas as expectativas por dias melhores são grandes!

No entanto, mesmo diante de tanta tragédia, podemos extrair alguma experiência positiva. O isolamento social fez o ser humano redescobrir, valorizar ou reinventar espaços, muitos deles bem próximos, que não eram devidamente enxergados.

O ninho voltou à função de refúgio seguro e passou a ser mais bem tratado, usado, abusado, lambuzado. O olhar para dentro construindo casas cheias de aconchego.

O contato com a natureza vem sendo outro importante fator de reinvenção. Esportes ao ar livre, praias bem frequentadas, trilhas e caminhos de volta ao campo. Respirar ar puro é fundamental!

A virada do ano aproxima-se e com ela a esperança renasce fortalecida. Gracita Lopes Arquitetos expressou muito bem a sua vitrine: “Nós acreditamos no futuro”.

Sheila e Gracita Lopes

Vamos romper o silêncio e abraçar sua mensagem. Acreditar que é possível reconstruir uma convivência pacífica entre opostos na busca do equilíbrio. O cinza e o amarelo em perfeita harmonia na expectativa de um mundo melhor!


Leatrice Eiseman, Diretora Executiva do Pantone Color Institute

“A união do resiliente Ultimate Gray com o amarelo vibrante Iluminating expressa uma mensagem de positividade apoiada pela força e moral. Prático e sólido como uma rocha, ao mesmo tempo caloroso e otimista, esta é uma união de cores que nos passa resiliência e esperança. Precisamos nos sentir encorajados e encantados; isso é essencial para o espírito humano.” – Ao justificar a escolha do cinza e do amarelo como cores do ano 2021.

Victor Hugo

O futuro tem muitos nomes.
Para os fracos é o inalcançável.
Para os temerosos, o desconhecido.
Para os valentes é a oportunidade.

Melim – Amores e Flores

Acesse também: Aconchego, Natal, 420 anos, Tempo de aprendizado e Porteiras do tempo.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *