Pedra abrigo

Apinhadas ou isoladas, as pedras equilibram-se pela força da natureza rude. Para os habitantes de ontem, serviram de esconderijo e proteção. Os abrigos foram aprimorados, as pedras passaram a sedimentar alicerces, solidez necessária para erguer paredes e coberturas.

Rochas exalam uma permanente robustez. Segurança necessária para abrigar gente, povoar a terra que lhe fez chão. Refúgio para intempéries da natureza, sol, chuva, vento, calor, frio, relento, inverno, verão.

Ganharam formas e embelezamento, viraram castelos, fortalezas, palácios, templos para acolher homens, deuses, santos e fieis. Edifícios foram adornados com pedras, muitas vezes preciosas. Inspiraram o povo simples a buscar o conforto em suas casas, criando lares.

Lar aconchego, refúgio, abrigo, conforto. Cada vez mais pessoas buscam transformar a sua casa no lugar preferido para estar, descansar, refazer-se da labuta diária e, por que não, o seu próprio local de trabalho? Entram em cena a arquitetura, a ambientação e o design, unindo formas, materiais, equipamentos, tecnologia e arte, imprimindo personalidade aos ambientes.

E a pedra presente. Martelada, bruta, polida, firme, assentada, decorando, revestindo, vestindo – casas e pessoas. Rochas em repouso que geram riquezas, extraídas do solo profundo, preciosidades garimpadas, lapidadas, novas formas que encantam e transmitem energia, poderes mágicos no contato com a pele. Pedra força, pedra beleza, pedra abrigo, pedra energia.

Texto para Casa Cor RN 2019, ambiente de Gracita e Sheila Lopes.


Poeta das Pedras

Homenagem a Dimas Ferreira (1954-2016)

Olhar sonhador
Olhar de poeta
Poeta das pedras

Pedra bruta
Natureza

Oficina no mato
Cercado de gatos
Na beira do mar

Mar de Acari
Gargalheiras

Ponteiro, mão e marrão
Tanta peleja
Que virou escultura

Eterna
Obra-prima

Dimas Ferreira
Tanto sonhou
Que virou passarinho

Acesse também: Aconchego e Arquitetura na Rioja.


Green, Dudu e Maria Luiza – Águas de Março de Tom Jobim

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *