Um lugar secreto guardado a sete chaves

Foto cedida pela Vila entre Chaves

No século XIII, era costume português guardar joias, documentos e objetos importantes do tesouro da Coroa em um baú especial que tinha quatro fechaduras diferentes. As chaves eram guardadas por funcionários importantes, sendo necessária a presença conjunta para abrir o baú.

A mudança do algarismo 4 para 7 deu-se em razão desse último ser um número místico e cabalístico, dando origem à expressão “guardado a sete chaves”, para se referir a um segredo muito bem protegido, seja em Portugal ou no Brasil.

No litoral brasileiro, mais especificamente na Costa dos Corais alagoana, localizado na Praia dos Morros, abraçado pelo Rio Camaragibe e pelas falésias de areia colorida, entre os municípios de Barra de Santo Antônio e Barra do Camaragibe, está um lugar secreto, guardado, por enquanto, a seis chaves.

Mapa da Vila Entre Chaves

Muitos anos depois da descoberta do Brasil, no encontro do Rio Camaragibe com o Oceano Atlântico, o agrimensor Francisco Chaves descobriu o local que abrigava uma pequena vila de pescadores. Casado com D. Adelina, estabeleceu ali uma extensa fazenda de coco. Estava plantada a sua história. Naquele pequeno paraíso, seus descendentes construíram seis casas para o lazer da família.

O tempo passou e os proprietários decidiram compartilhar o aconchego familiar daquele paraíso com os visitantes que lá aportam para desfrutar a tranquilidade de 6km de praia deserta e paradisíaca, de águas mornas e cristalinas, a brisa marinha, a correnteza do rio e o carinho no acolhimento.

Vila entre Chaves

A reunião das seis casas originou a Vila entre Chaves, situada a 75km de Maceió. Casas Cruzeiro, Areia Colorida, Areia Estrela do Mar, Amendoeira, Mirante e Corais são distintas em arquitetura e número de acomodações.

No conjunto, todas estão caprichosamente decoradas e arrumadas para receber seus hóspedes, juntamente com os funcionários que carregam a história do local.

Casa Amendoeira
Casa Areia Colorida
Casa Corais

Tudo pensado no mínimo detalhe para integrar a arquitetura à natureza exuberante. Quando os ventos se transformam em brisa, a água do mar brinda o olhar com um azul esverdeado estonteante, lambendo uma extensa faixa de areia branca que vai dar nos morros de falésias multicoloridas, daí o nome “Praia dos Morros”.

São muitas as atividades a explorar: mergulho nas piscinas naturais, caminhada na praia, passeio de bicicleta, stand-up, caiaque, banho de rio, apreciar o visual do mirante ou, simplesmente, relaxar ao som do farfalhar do coqueiral, para abrir o apetite.

Vila Entre Chaves

A hospedagem inclui as três refeições. No café da manhã e jantar, os sabores da culinária regional. O almoço é preparado de forma exclusiva pelo Chef Paulo Quintella, proprietário do conceituado restaurante Aratu.

A Vila ainda conta com a Capela histórica, construída pelos jesuítas por volta de 1630, tendo como padroeira Nossa Senhora da Piedade, que abençoa esse paraíso natural.

Para fazer valer completamente a expressão, a sétima casa está em construção e será aberta em outubro/2020 – a Casa do Pescador. Um conceito de rusticidade e sofisticação para acomodar confortavelmente até 7 pessoas.

Pronto! Sete chaves abertas para revelar esse segredo, que merece ser desfrutado por quem gosta de sossego e paz. Lugar para colocar o pé na areia, recarregar as energias, acalmar a mente, respirar ar puro e deixar a retina ser presenteada com uma paisagem única.

Praia dos Morros | Alagoas, Brasil

A Vila entre Chaves estará reaberta a partir de 01 de Setembro de 2020, com todos os cuidados.

Assista aos vídeos e conheça um pouco mais da Vila Entre Chaves, clicando aqui.


Para maiores informações, clique no site: www.vilaentrechaves.com.br ou acesse o Instagram: @vilaentrechaves

contato@vilaentrechaves.com.br | +55 21 96947-4345


Para quem gosta de viajar, acesse: Aman e Bupitanga, hotéis imersos na vegetação; Tiradentes e uma vila russa; Encarando as ondas de Nazaré e Officina della Bistecca.

Leia também

4 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *