Uma imersão na arte em Saint-Paul de Vence

Atravesse a porta da muralha da cidadela e ingresse no mundo de arte, história e tesouros. Situada a quinze minutos do mar, a uma hora da montanha e a vinte e cinco minutos do aeroporto de Nice, Saint-Paul-de-Vence era importante reduto da fronteira francesa no século XVI e o rei Francisco I mandou edificar suas muralhas.

Algumas construções do século XVI permanecem quase intocáveis, mas no final do século XIX e início do século XX, as pedras da aldeia, as cores do campo e a luz da Cotê d’Azur atraíram artistas famosos como Matisse, Picasso, Braque, Léger, Folon, Marc Chagall.

Atores, artistas e escritores fizeram de Saint-Paul um vibrante centro cultural, com o apogeu entre os anos de 1950 a 1960. James Baldwin e Marc Chagall preferiram se estabelecer na tranquilidade do interior de Saint-Paul e passaram quase 20 anos na aldeia.

Os artistas famosos abriram o caminho para as novas gerações nas ruelas estreitas e pitorescas. As pedras que lhe deram formas estão lá, intactas, levando os visitantes de volta à época medieval, com uma roupagem contemporânea, graças às inúmeras galerias de pinturas, estúdios de artistas, butiques e lojas de produtos artesanais.

Olhos bem abertos, porque as descobertas são inúmeras!

Entre numa galeria e surpreenda-se com a criatividade nas diversas telas, esculturas, cerâmicas, objetos de arte e tudo que a mente de um artista é capaz de conceber. Não tenha pressa, você irá descobrir tesouros incríveis.

Percorra suas ruelas e descubra os encantos das fachadas e das vitrines, um relógio solar marcando as horas do dia. Pare e aprecie o barulho da água no chafariz principal. Se a sede bater, beba na água da fonte.

A rua é um museu a céu aberto. O artista está presente e a exposição cria o evento. A obra é instalada pela manhã e levada à tarde, se conquista a alma e o coração de um visitante.

Uma cidadela medieval com alma de cidade grande! Artesãos criativos, artistas e galeristas com suas portas abertas para o mundo da arte, partilhando e discutindo a sensibilidade criativa em coleções permanentes ou exposições temporárias.

Descendo a muralha medieval, distante apenas 1,4km, está a Fundação Maeght, uma das grandes instituições culturais internacionais, que recebe mais de 100.000 visitantes todos os anos em um conjunto arquitetônico único, que permite admirar as obras através de iluminação natural indireta e um caminho espacial propício à contemplação.

Com apenas 850 m2 de área coberta, o edifício da Fundação Maeght oferece uma variedade única e flexível de volumes e espaços, interiores e exteriores. Uma obra-prima da arquitetura moderna com seus ritmos e sua compreensão do meio ambiente.

Além da arte, a cidade atrai visitantes por suas festas, que ocorrem principalmente no verão – Festa da Música, o Pique-nique Branco, o Baile de 14 de julho, o Festival Clássico e de Jazz e o Concurso de Pétanque (o famoso jogo francês com bolas de ferro).

Visão privilegiada de antigo ponto de defesa, hoje Saint-Paul de Vence é uma verdadeira imersão no mundo da arte. Do alto é possível visualizar a paisagem da região PAC – Provence, Alpes e Côte d’Azur – na nova divisão administrativa da França.

Quer extrair tudo o que essa cidadela tem a oferecer? Visite o site de turismo e descubra muitos outros encantos…


Site de turismo de Saint-Paul de Vence: www.saint-pauldevence.com

Saint-Paul de Vence | Office de Tourisme

Acesse também: A surpreendente arquitetura de Roterdã, Arquitetura na Rioja, (Re)descobrindo Veneza e Yinka Shonibare CBE.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *